segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Desabafo... Aline C. Costa


Até onde vai a maldade do ser humano
Até onde vai a inconsciência e a conivência com o mal?
Como pode uma mãe acobertar um fato que fere um filho?
Como pode um homem maltratar uma criança indefesa?
Porque fizeste o homem tão imperfeito?
Porque deixaste que o mal permanecesse nos lares,
No mundo;
Como podemos nesse planeta ter paz e serenidade?
E o homem, forma fútil de vida e egocentrismo.
Acha-se evoluído, inteligente, esperto.
Como seríamos muito mais felizes se fosses inconscientes
Queria ser como o rochedo, frio, inerte, desprovido do que intitulamos mente.
Na verdade intitulamos tudo, rotulamos, moldamos...
Oh... raça...
Oh... Vida...
Queria ser burra;
Talvez não sofresse tanto.
...

2 comentários:

Jussara disse...

Vamos dar as mãos e nos petrificar juntas perante esse mundo de ilusões e arrogância...

dwlce disse...

O mundo é cruel aos olhos de quem vê. O melhor será a cegueira da ignorância?
Adorei o blog, imagens incríveis e boas escolhas de textos e autores.