terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Querem-me aqui todos mal - Gregório de Mattos


Querem-me aqui todos mal,
mas eu quero mal a todos,
eles, e eu por nossos modos
nos pagamos tal por qual:
e querendo eu mal a quantos
me têm ódio tão veemente
o meu ódio é mais valente,
pois sou só, eles são tantos

Um comentário: