sábado, 24 de janeiro de 2009

Quero.... Aline C. Costa




Poder contar contigo nas horas de tristeza;
Sentir seu hálito ao amanhecer;
Dormir ao teu lado de conchinha;
Não ter que me esconder atrás daquilo que não sou...

Quero....
Ver a aurora boreal.
O meu pai abençoando nosso enlace.
Que me compreendas, mesmo que difícil for.
Que sinta a minha dor;
E respeite minhas fraquezas.

Estar contigo,
Mesmo que a distancia.
Compreender seu abstrato mundo e
Que compreendas o meu concreto.
Que não espere de mim mais do que eu possa ser.
Que afagues meus cabelos,
Quando as lágrimas brotarem do meu rosto.
Que não digas nada,
Apenas respeite.

Quero!
Ainda estar presente na menina dos teus olhos,
e ver refletida no verde mar o azul cerúleo...
Por que somos assim:
Céu e Mar...
Que se encontram sempre no infinito,
Por mais distante que sejamos em pensamentos,
Por mais diferentes que sejamos como pessoa,
Por não termos as mesmas fraquezas,
e nem as mesmas vontades.

Ainda quero estar presente.
Mas...se não conseguires conviver com a minha dor,
Imperfeição e
Erros,
Quero que procures a felicidade
Em outros olhos que não os meus....
Porque o meu coração,
Já está petrificado,
E o que me resta é apenas desperança
Em um ser inexistente.
....

2 comentários:

Akira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Akira disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.