segunda-feira, 23 de março de 2009

Para Refletir - Aline C. Costa

Surpreendo-me todos os dias com a vida, percebo-a em todos os lugares desde uma rocha até uma borboleta que voa em busca da sobrevivência. Nosso ecossistema, fora o ser racional e consciente age perfeitamente em sintonia com a vida, não é necessário pensar para viver, os animais nascem, crescem, envelhecem e morrem sem se queixarem ou tentarem entender a plenitude da vida ou a significado da existência. Eles apenas são o que são e sobrevivem, passando por todos os estágios sem perguntas e respostas;. A natureza na sua sabedoria independe do homem, ele é uma forma animada que não faz a mínima falta para a existência das coisas, pelo contrário ele é auto-destrutivo e aniquilador por excelência, sua permanência na Terra a faz pobre, pois somos um mero e pequenino vírus.
Tenho percebido todos os dias como os seres humanos são fracos e impotentes, a vida se faz e desfaz sem que lhe peça permissão. Nossa própria existência independe de nós, quando a natureza das coisas quiser que saiamos dessa peça teatral arquitetada por um querer sobre humano, não podemos fazer nada para impedi-la somos inevitavelmente forçados a nascer, crescer e morrer. Talvez passe na cabeça do leitor que podem simplesmente interromper a vida quando lhes bem entender, mas o que essa mera peça do grande quebra-cabeça lhes diz é que não fazes falta. Não és nada, és apenas aquilo que achas ser.
...

Um comentário:

Dulce disse...

Anine
Gostaria de enviar a voce um exemplar de meu livrinho. Se aceita, por favor envie-me por e-mail um endereço para onde possa manda-lo, pode ser em seu trabalho, uma caixa postal, onde for melhor para você.

bjs

PS: no meu perfil há meu endereço de e-mail.