sábado, 13 de dezembro de 2008

Anjo e Demônio - Aline C. Costa


O que é o amor?
nuancias de um sonho?
esperança da perfeição?
Quando voavas em seu mundo das idéias
eu vivia no real obscuro da vida.
Cambaleando entre os mortos com um choro abafado de dor.
Não conhecia o céu,
só me apresentaram o inferno.
Não sou seu sonho,
sou apenas mais uma mulher entre milhões de outras que não puderam sonhar.
Mais eis que aparecestes,
mas minhas asas já haviam sido cortadas
e não podiam mais voar,
acompanhar-te no seu mundo era impossível
somos assim: o anjo decaído que ama a alma pura de Deus.
O que nos resta agora, a não ser nos escorarmos um no outro -
céu e inferno
Anjo e demônio
Como podem duas criaturas tão distintas se amarem com tal selo e afinco?
Eu te puxando para a Terra e tu me elevando ao céu.

Um comentário:

Akira disse...

vá pro Céu que te pariu...
porque nasceu no Céu, não em outro lugar.
Volta pra casa!