terça-feira, 27 de janeiro de 2009

"Deus" Aline C. Costa



" A Religião é o Ópio do Povo"

"Deus" queria tanto que existisse como unidade,
Que pudesse me embalar em teus braços e afagar minha cabeça.
Que me auxiliasse nas horas de desespero e dor,
Que não deixasse que nenhum mal caísse sob teus filhos,
Queria tanto que tua criação fosse perfeita
Sem doenças, lágrimas e angustia...
Porque nascer, trabalhar e morrer?
Porque fizeste uma sociedade de homens, onde o mais forte engole o mais fraco,
E o pobre morre nas filas de um governo burrocrático?
Porque tamanha existência, sem nexo e sem nenhuma significância
Se depois o que nos espera é a morte,
A nosso e a dos nossos entes queridos...
Meu "Deus".....
Porque não é para mim o misericordioso,
Aquele que abafa a dor com seu amor eterno,
Aquele que não falha, nem abandona...
Como as pessoas ainda conseguem crer em ti,
De tal forma e com tamanho zelo,
Depois de ver o noticiário,
Porque não és apagado de nossas mentes,
Porque a religião não é abolida do planeta,
Ela que nos cega com uma escritura fantástica
de mundos perdidos
e milagres irracionais...
Se teu filho pode levantar Lázaro,
e tu o que podes fazer então?
Ficar aí em cima,
Gordo e mal humorado,
em seu trono intocável,
com sua sabedoria única e intransferível
se esbaldando e rindo da nossa ignorância...
Mas és tão burro......
Porque quem criou isso tudo?
Tu o maior dos idiotas......
E agora na minha dor,
gargalho diante de tamanha burrice.....

Um comentário:

Akira disse...

http://www.google.com/intl/pt-BR/add_url.html