sábado, 22 de agosto de 2009

Álvaro de Campos - Em Prosa e Verso

Poesia para escutar...

“Trago dentro do meu coração,
Como num cofre que se não pode fechar de cheio,
Todos os lugares onde estive,
Todos os portos a que cheguei,
Todas as paisagens que vi através de janelas ou vigias,
Ou de tombadilhos, sonhando,
E tudo isso, que é tanto, é pouco para o que eu quero.”
de Passagem das horas


Um comentário:

Dulce disse...

Anine

Pelo seu esforço em divulgar nossa literatura e seus autores, o "Em prosa e verso" reservou para o "Poesia, Expressão da Arte" um prêmio que considera muito especial.
Por favor, passe lá no meu cantinho para retirá-lo.
Beijos

Dulce